Anúncio Publicitário
Anterior1 de 6

Com o grosso das movimentações no mercado de transferências praticamente ultrapassado, a atenção das equipas do patamar cimeiro da UCI centra-se agora naquilo que é a gestão de recursos e planeamento tático para a muito aguardada temporada de 2021.

Os briefings quanto ao delineamento de objetivos prometem dar continuidade a um denominador comum à época transata: o papel cada vez mais sério dos jovens na frente de ataque às múltiplas competições do calendário ciclístico internacional. Segue-se, por isso, uma análise sobre cinco nomes que, depois de em 2020 terem exibido todo o seu potencial, comprometem-se a brilhar em qualquer palco, num futuro não muito longínquo.

Anúncio Publicitário

Para a eleição desta mão-cheia de talento, foram tidos em conta aspetos como os resultados alcançados no presente ano civil, a projeção do potencial do atleta sustentada em prestações nos seus primeiros anos como profissional e ainda a obrigatoriedade de deterem uma idade inferior a 25 anos até ao dia 31 de dezembro de 2020.

Foto de Capa: Giro D’Italia

Anterior1 de 6

Anúncio Publicitário

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comente!
Por favor introduz o teu nome