Anúncio Publicitário

Alexa Bliss © derrotou Bayley & Sasha Banks
& Sonya Deville & Mandy Rose & Mickie James
(Elimination Chamber pelo WWE Raw Women´s Championship)

Fonte: WWE

A revolução feminina atingiu proporções nunca antes vistas no interior da Elimination Chamber. Na antevisão previa-se que era o combate mais aguardado da noite pois nunca antes as mulheres tinham sido colocadas à prova dentro da estrutura, o que tornava imprevisível o que poderia acontecer à sua integridade física e ao rumo das suas carreiras promissoras.

O combate inicou com Bayley e Sonya Deville frente-a-frente, enquanto as restantes participantes aguardavam pela sua entrada, presas nos diferentes compartimentos da câmara.

Anúncio Publicitário

Sonya Deville iniciou o combate com a sua característica agressividade, contrariada pela agilidade reconhecida de Bayley. Sonya tentou catapultar Bayley contra as correntes da câmara mas Bayley conseguiu contra-atacar o golpe numa manobra em que demonstrou muita destreza.

De seguida, entrou Mandy Rose, o que viria a desequilibrar as contas desvaforavelmente para Bayley. Pertencendo à mesma fação “Absolution”, Mandy e Sonya tentaram aliar-se, e embora inicialmente não tenham conseguido superiorizar a sozinha Bayley, após double teams ferozes no exterior do ringue e contra as correntes da câmara, conseguiram neutralizá-la.

Com a entrada de Sasha Banks, tudo mudou. A Legit Boss conseguiu lidar com a Absolution sozinha, até Bayley recuperar e as duas fazerem frente às até agora dominantes Sonya e Mandy. Este momento do combate culminou com a eliminação de Mandy Rose, vítima do finisher de Sasha, “Bank Statement”.

Mickie James entrou sem vontade de fazer aliadas. Atacou todas as adversárias em prova sem exceção, aproveitando o desgaste que as três sofreram durante o decorrer do combate. Protagonizou, talvez, o melhor momento do combate, num altura em que subiu ao topo de um dos compartimentos da câmara e se projetou para Sonya Deville, e provocando a eliminação da outra metade das “Absolution”. Um momento que fez lembrar combates “Elimination Chamber” do passado, protagonizados por superstars masculinas como Rey Mysterio.

No entanto, o fulgor de Mickie James terminaria em breve com a aliança de Sasha Banks e Bayley a surtir efeito e numa combinação dos seus finishers a eliminarem Mickie, deixando assim a campeã, Alexa Bliss, preocupada por ter de enfrentar as suas rivais sozinha.

A primeira estratégia de Alexa foi fugir das adversárias trepando para o topo da câmara, para onde foi seguida. Num momento em que as três se situavam em cima de um compartimento, Sasha aplica a traição da noite e pontapeia Bayley que cai em mau estado. As três se envolvem numa luta, cada uma por si, pelo seu rumo ao estrelato, Bayley consegue aplicar o seu “Bayley-to-Belly” a Sasha Banks, mas sofre um roll up de Alexa Bliss e é eliminada do combate.

Sobravam assim Sasha Banks e Alexa Bliss, com o título feminino em jogo e um lugar na história da WWE. Após um salto acrobático por parte da campeã, seguidamente contrariado pela oponente, as probabilidades de Alexa perder o seu título e a oportunidade de o defender na Wrestlemania aumentavam.

Mas Sasha cometeu um erro que lhe custou a vitória. Ao subir a um dos compartimentos é ataca por trás por Alexa que após um DDT do canto, toma por vencida a rival, e torna-se a vencedora da primeira Elimination Chamber feminina, e retém o seu título.

Anúncio Publicitário