Anúncio Publicitário

A última paragem da Road to Wrestlemania para as Superstars do Monday Night Raw provou que a previsibilidade dos resultados não significa o insucesso de um evento. A T-Mobile Arena em Nevada assistiu a um marco na história do wrestling e a um evento sólido em termos de qualidade dos combates.

Rivalidades como a de Woken Matt Hardy e Bray Wyatt e a de Asuka e Nia Jax ficaram (para já) resolvidas no ringue, e a assinatura de contrato de Ronda Rousey mostrou que a estrela de MMA está pronta para causar impacto na WWE. Para não esquecer que a Tag Team Division também teve os seus momentos neste pay.per-view.

Anúncio Publicitário

Pela primeira vez vimos as “meninas” a mostrarem a sua coragem dentro da Elimination Chamber e a provarem que a revolução feminina não tem limites dentro dos ringues da WWE, e os homens a inserirem mais lutador na primeira Elimination Chamber com 7 participantes. Num combate estava em jogo o título feminino, e no outro a possibilidade de ser cabeça de cartaz da Wrestlemania, frente a Brock Lesnar, pelo título masculino.

Os dados estavam lançados, resta descobrir quem levou a melhor e sobreviveu a este “br(aço)-de ferro” com a estrutura mais intimidante da história da WWE.

Anúncio Publicitário