Anúncio Publicitário

ANDEBOL

Fonte: FAP

França 25 – Portugal 28 – Bastou entrar nas primeiras semanas deste ano civil para encontrar o momento que marcou o ano no Andebol em Portugal. Mas para melhor entender esta história, é preciso regressar a abril de 2019, quando Portugal venceu a França em Guimarães na Qualificação para o Euro 2020. Este já foi, na altura, um resultado histórico, que colocou Portugal na rota do seu primeiro Campeonato Europeu em mais que uma década (podes sempre recordar esse jogo aqui e aqui).

Coincidência, ou não, exatamente nove meses depois França e Portugal voltaram-se a encontrar, desta vez na primeira jornada do seu grupo no Euro 2020. Com a seleção de Portugal de volta a um Europeu 14 anos depois e a seleção francesa já experiente nestes palcos (três vezes campeã europeia) poucos imaginavam que se repetisse o sucedido. No entanto, com o desenrolar do jogo, percebeu-se que a história seria outra.

Anúncio Publicitário

Apoiada na excelente exibição de André Gomes, Rui Silva e Alfredo Quintana, a equipa comandada por Paulo Jorge Pereira foi tornando o sonho realidade e conseguiu, pela segunda vez consecutiva, levar de vencida a poderosa França, dando início aquele que seria uma prestação histórica num Europeu, conquistando o direito de estar presente na qualificação para os Jogos Olímpicos (agora de) 2021, onde vai, mais uma vez, defrontar a França.

Excecionalmente, o ano de 2020 foi um dos melhores do passado recente para o Andebol em Portugal. Além da prestação no Euro 2020, ainda assegurou a presença no Mundial 2021 que se vai realizar daqui algumas semanas. Podia ter sido ainda melhor, se a pandemia não tivesse levado ao adiamento dos Jogos Olímpicos, onde Portugal vai ter uma hipótese de participar no próximo ano. Esperamos, então, que se cumpra o ditado “não há duas sem três” e que, mais uma vez, Portugal leve vencida a seleção francesa.

Leonardo Costa Bordonhos e Pedro Palma

Anúncio Publicitário

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comente!
Por favor introduz o teu nome