5.

Fonte: PSG

Laurent Blanc – O antigo internacional francês não conheceu, como treinador, outros ares que não os de França. Após uma carreira de “saltimbanco” como jogador, na qual passou por clubes como FC Barcelona, O. Marseille, FC Internazionale Milano e Manchester United FC, Laurent Blanc assentou praça em França e orientou o FC Girondins de Bordeaux, a seleção francesa e o Paris SG FC, sempre com relativo sucesso.

De sabática há quatro anos, o antigo defesa campeão europeu e mundial pela seleção gaulesa decidiu, por fim, contratar Jorge Mendes como seu agente, com o intuito de voltar ao ativo. De acordo com notícias recentemente veiculadas, Franck Passi, que comandava o Chamois Niortais FC da Ligue 2, já comunicou a sua saída do clube gaulês, que, em comunicado, refere que “ele deu a sua palavra ao Laurent Blanc para o acompanhar num projeto ambicioso desportivamente no verão”.

Tudo indica, assim, que o treinador que somou 236 vitórias em 363 jogos como técnico principal (percentagem de vitórias de 65%) tem já delineado um projeto. Ainda assim, se as águias decidissem apostar todas as fichas na qualidade e na experiência de clube grande do técnico francês, a ligação do mesmo a Jorge Mendes poderia facilitar o processo.

Ainda que não seja apologista da contratação de treinadores estrangeiros, dada a qualidade dos técnicos lusos, a ligação a Jorge Mendes, o estatuto de treinador livre e os três anos de PSG são fatores que poderiam pesar a favor da escolha de Blanc como sucessor de Lage. Todavia, seria preferível adquirir um técnico nacional, daí que (SPOILER ALERT) os restantes quatro nomes desta lista partilhem a nacionalidade portuguesa.

Anúncio Publicitário