SITE TEMPORÁRIO

24 de Janeiro, 2022

Sporting

Pode o Sporting CP sonhar com os “oitavos”?

Pode o Sporting sonhar com os oitavos de final da Champions? Artigo do bola na rede

Pode o Sporting

Uma luz ao fundo do túnel para o Sporting CP na Liga dos Campeões?

Após dois triunfos consecutivos sobre o Besiktas JK, reacendeu-se, ainda que com alguma timidez, a esperança do Sporting CP na UEFA Champions League. O início na competição não foi o mais prometedor, é certo, mas as últimas duas vitórias diante da formação turca poderão ter sido a tónica para o início de uma nova era no Reino do Leão, até pelo que representaria uma presença nos ‘oitavos’ da melhor competição de clubes do mundo, tanto a nível financeiro… Como histórico. Pode o Sporting

Escrevi aqui, há cerca de dois meses, que o tal “estofo” teria que ser ganho nas provas nacionais. E o jogo em Paços de Ferreira é um bom exemplo disso mesmo. Há alguns anos, quando o Sporting CP se via privado de um jogador fulcral (como é Pedro Porro), demonstrava sempre imensas dificuldades para manter o nível – e até acredito que fosse algo mais psicológico do que técnico. Atualmente, não nota uma grande diferença. E essa mudança de mentalidade acaba por se refletir, em alguns jogos, nas competições europeias.

Sporting
Fonte: Carlos Silva / Bola na Rede

Ainda que frente a um Borussia Dortmund desfalcado de Mats Hummels e Erling Haaland, a tarefa não se adivinha nada fácil, dado que a qualificação para a próxima fase da prova milionária depende de uma vitória contra um adversário muito mais experiente por, pelo menos, dois golos de diferença. Mas a verdade é que a bola é redonda e tudo é possível…      Pode o Sporting

A estreia deste Sporting CP de Rúben Amorim na Liga dos Campeões não correu, de todo, da melhor forma. Uma goleada aos pés de um surpreendente Ajax, em pleno Estádio José Alvalade, sem Coates e Pedro Gonçalves em campo, colocou o universo sportinguista a pensar se os principais palcos do Futebol europeu não seriam, ainda, demasiado para uma equipa tão jovem e inexperiente. Uma análise que, diga-se, não era descabida.

Esse choque de realidade, no entanto, terá sido positivo para os jogadores, que assim puderam crescer num novo nível competitivo e aprender com os erros, tal como referiu o técnico leonino após o encontro. A derrota pesada diante dos holandeses foi isso mesmo: uma derrota pesada. Tudo o que tinha de correr mal, correu e felizmente para a equipa isso aconteceu logo no primeiro jogo. Faltava o “estofo”, que se vai notar daqui a alguns anos, nomeadamente com a regularidade que o Sporting CP tem conseguido nas provas nacionais e que deverá manter para que as boas prestações na Europa passem a ser realidade. Pode o Sporting Pode o Sporting

Após esse choque, seguiu-se o Borussia Dortmund, na teoria, a equipa mais forte do grupo, fora de casa. Na prática… Nem por isso, como tem mostrado o Ajax. Apesar da derrota na Alemanha, por uma bola a zero, já se verificaram alguns sinais positivos: muito mais critério e concentração do campeão nacional, e, dadas as circunstâncias, foi uma boa prestação. Pode o Sporting

⏹ FINAL DO JOGO:

𝙂𝙍𝘼𝙉𝘿𝙀 𝙉𝙊𝙄𝙏𝙀 𝙀𝙐𝙍𝙊𝙋𝙀𝙄𝘼 ✨

Vitória dos Leões por 4-0 frente ao @Besiktas, na 4.ª jornada do Grupo C da @ChampionsLeague 👏
@Pedro70Pereira (2), Paulinho e @Pablosarabia92#SCPBJK #DiaDeSporting #OndeVaiUmVãoTodos pic.twitter.com/lxtySvznAi

— Sporting Clube de Portugal 🏆 (@Sporting_CP) November 3, 2021

A dupla jornada frente ao Besiktas tomava, portanto, grande importância para as pretensões leoninas. Diante do oponente mais frágil, o Sporting CP teria de mostrar o seu valor e garantir a presença na Liga Europa, o mínimo exigível para um clube exigente – que este ano já nem isso conseguirá fazer, uma vez que ainda terá de disputar um play-off com um dos segundos classificados dos grupos dessa competição para chegar aos ‘oitavos’.

O duelo na Turquia, até por toda a envolvente, antevia-se complicado, mas a resposta da equipa verde e branca foi esclarecedora e até surpreendente. À boleia da veia goleadora de Sebastián Coates e da experiência de Pablo Sarabia, o Leão mostrou as suas garras em Istambul, frente a um Besiktas muitos furos abaixo do que já mostrou em anos anteriores.    Pode o Sporting Pode o Sporting

Os jogadores mais inexperientes, como Matheus Nunes, Gonçalo Inácio, Pedro Gonçalves, entre tantos outros, vão ganhando calo, seja a ganhar ou a perder. O baque inicial foi grande, até porque é muito diferente triunfar em Portugal e triunfar na Europa. Historicamente, o Sporting CP não tem facilidade em golear nas competições europeias, principalmente adversários do seu nível – basta ver que o triunfo frente ao Besiktas, por 4-0, é o maior desde há cerca de meio século… E o último havia sido frente ao Floriana, um modesto clube de Malta. Pode o Sporting

Uma vitória por dois golos (ou até mesmo só por um) frente ao Borussia Dortmund seria o culminar de todo o trabalho que tem vindo a ser feito e também o início da queda de alguns estigmas que, verdade seja dita, têm acabado com Rúben Amorim. Já com o 3º lugar do grupo garantido, o Sporting CP não terá nada a perder em tentar superar as expectativas. Pode o Sporting

Como sempre defendi, demorará algum tempo para que o clube tenha uma prestação igual à dos seus dois principais rivais na Europa do futebol. Diria que somos peixinhos num lago de tubarões, mas temos motivos para acreditar. E o futuro já está a bater à porta.

Artigo revisto por Joana Mendes

Pode o Sporting