Quais são as vossas melhores memórias de quando tinham 16 anos? Certamente que têm memórias positivas desses tempos, mas muito provavelmente isso não incluirá a de ser um duplo campeão mundial da velocidade, muito menos num campeonato de sub-20, onde eram os mais novos em prova. Essas serão as memórias que a jamaicana Briana Williams terá para sempre, depois de, neste verão, em Tampere, na Finlândia, ter batido toda a concorrência em provas onde nem era a favorita. Agora está nomeada para atleta revelação do ano (o prémio “Rising Star” da IAAF) e é bem provável que no dia 5 de dezembro venha a vencer esse galardão, levando para casa mais uma inesquecível memória deste 2018.

1
2
3
4
5
6
Artigo anteriorNovas equipas, novas cores
Próximo artigoConseguirá Ranieri salvar o Fulham?
O Pedro é um amante de desporto em geral, passando muito do seu tempo observando desportos tão variados, como futebol, ténis, basquetebol ou desportos de combate. É no entanto no Atletismo que tem a sua paixão maior, muito devido ao facto de ser um desporto bastante simples na aparência, mas bastante complexo na busca pela perfeição, sendo que um milésimo de segundo ou um centimetro faz toda a diferença no final. É administador da página Planeta do Atletismo, que tem como principal objectivo dar a conhecer mais do Atletismo Mundial a todos os seus fãs de língua portuguesa e, principalmente, cativar mais adeptos para a modalidade.                                                                                                                                                 O Pedro escreve ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.