Chegou ao fim mais uma edição do Tour, desta vez com vitória do jovem esloveno Tadej Pogacar (UAE Team Emirates), que fez uma recuperação extraordinária na classificação geral. Na última etapa, nos Campos Elísios, a vitória foi para Sam Bennett. Com um sprint exemplar, o camisola verde bateu toda a concorrência na chegada a Paris.

ETAPA 16

Vamos ao resumo da última semana, com os ciclistas a encontrarem dificuldades logo a seguir ao dia de descanso. Uma etapa talhada para a fuga, em que muitas equipas procuraram estar na frente. Cerca de 20 ciclistas conseguiram ganhar destaque face ao pelotão, com nomes importantes como, Alaphilippe, Alberto Bettiol, Barguil, Carapaz e Neilson Powless. Quentin Pacher era outro dos fugitivos, e conseguiu fugir dos seus colegas de fuga numa das dificuldades do dia.

Atrás dele seguia Carapaz, Kamna, Alaphilippe e Reichenbach. O equatoriano Carapaz e o alemão Kamna deixavam para trás os outros dois elementos, mas depressa sobrou apenas Kamna na frente. O homem da Bora-Hansgrohe abriu uma grande vantagem, que lhe deu espaço suficiente para a vitória, que lhe tinha escapado na etapa 13, onde perdeu apenas para Daniel Martínez (EF Pro Cycling).

Anúncio Publicitário

Os favoritos chegaram a 16m48s do primeiro lugar, sem grandes alterações na geral, apenas com a troca de lugares entre Tom Dumoulin e de Nairo Quintana, com o primeiro a subir ao nono lugar, enquanto que o segundo desceu para a décima posição.

Nesta etapa, o francês Pierre Rolland (B&B Hotels-Vital Concept) igualou o primeiro lugar de Benoît Cosnefroy na camisola da montanha, ambos com 36 pontos. Jérôme Cousin (Team Total Direct Energie) chegou fora do tempo limite, enquanto que David Gaudu (Groupama-FDJ) não concluiu a etapa.