Anterior1 de 5

A transição de 2019 para 2020, ao contrário do que 2020 se resumiu, foi muito calma, no que toca à grelha de pilotos e equipas na Fórmula 1. Apenas tivemos a saída de Nico Hulkenberg e a vinda de Esteban Ocon para a Renault, e a saída de Robert Kubica e a sua substituição por Nicholas Latifi na Williams.

Porém, se o ano anterior tem poucas mudanças, reza a lenda que o próximo ano tem que ser um ano cheio delas. E 2021 será assim.

Anúncio Publicitário

Assim, como as trocas são muitas, decidimos fazer uma pequena compilação das quatro mudanças que irão tornar a Fórmula 1 um pouco mais atrativa, por muitos motivos.

Foto de Capa: Red Bull Racing

Anterior1 de 5

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comente!
Por favor introduz o teu nome