New York Giants 34-37 Dallas Cowboys: A injustiça do desporto

Dak Prescott entrava para esta épocas sabendo que seria, talvez, a mais importante da sua carreira profissional. Depois de não ter chegado a um acordo para a sua renovação de contrato com Dallas, os Cowboys colocaram-no sob um franchise tag em que lhe pagariam 31.6 milhões de dólares, um valor muito inferior ao que Prescott desejava. Apenas uma excelente campanha a nível individual e coletivo, levaria a direção dos Cowboys abrir os cordões à bolsa e pagar a Dak os aproximadamente 40 milhões por época que deseja.

Pois bem, apesar de todo o talento e determinação de Prescott, que tem sido um dos bons quarterbacks da liga desde que foi escolhido no Draft, parece que esta não será a sua época. No terceiro período e numa altura que vencia por apenas um ponto, o quarterback pegou na bola e tentou uma jogada em corrida, mas acabou por ser placado. O seu pé direito ficou preso debaixo das pernas do jogador dos Giants e o resultado foi uma fratura e deslocação do tornozelo direito.

Depois desse momento os Cowboys colocaram Andy Dalton em campo, o quarterback vindo de Cincinnati este verão, que guiou a equipa até à vitória.

Anúncio Publicitário