10.º – Quim

Fonte: SL Benfica
Fonte: SL Benfica

Quim nunca foi unânime. Pelo contrário, sempre foi muito discutido. Chegou ao Benfica em 2004, com 28 anos, já categorizado como um dos melhores guarda-redes portugueses, depois uma carreira consolidada ao serviço do Sp. Braga. Seria, no caso, a alternativa a Moreira, jovem guardião formado no clube, em quem a nação benfiquista depositava grandes esperanças. Aproveitou as oportunidades, com competência, mostrando enorme eficácia quando chamado à titularidade. Foram, aliás, os seus altos níveis de fiabilidade a justificarem a sua regularidade ao longo de seis épocas (2004-2010).

Conquistou dois campeonatos (2004/2005 e 2009/2010) e duas Taças da Liga. Quim não “enchia o olho”, mas sabia, essencialmente, potenciar os recursos técnicos de que dispunha, jamais defraudando as expectativas. Essa consistência exibicional permitiu-lhe regressar em grande plano ao “seu” Sp. Braga, onde venceu uma sua terceira Taça da Liga (2012/2013) – foi, inclusivamente, herói no desempate por grandes-penalidades, nas meias-finais da prova, frente ao Benfica. Actualmente, com 41 anos, representa o Desp. Aves e ainda é o melhor guarda-redes da 2.ª Liga.